Resíduo da Construção Civil – RCC: Descarte e Reaproveitamento
De Terça-feira 26 Fevereiro 2019 -  14:00
Até Terça-feira 23 Abril 2019 - 17:00

Justificativa: 
A geração, o descarte e o reaproveitamento dos resíduos sólidos da construção civil - RCC, é discussão recorrente da administração pública, entidades representativas, academias de ensino, sociedade civil e mídias, uma vez que este material, quando descartado inadequadamente, impacta negativamente no meio ambiente.

Objetivo:
Fornecer conhecimentos básicos sobre o descarte e tratamento do RCC.
Ao final do curso o aluno terá conhecimento das ferramentas sobre Resíduos Sólidos da Construção Civil – RCC: definição, origem, classificações, normas e legislações brasileiras que regem o assunto, impactos associados ao gerenciamento inadequado, tratamento dispensado na Cidade de São Paulo e identificar oportunidade de reaproveitá-los.


Público-alvo: 

  • servidor público municipal jurisdicionado;
  • membro de conselho social;
  • cidadão comum;
  • servidor de outra esfera de governo; 
  • servidor do TCM

Professor: Amândio Martins

Data: 26/2, 12/3, 19/3, 26/3, 2/4, 9/4, 16/4, 23/4/2019, 3ª feiras, 14 às 17h

Carga horária: 24 h

Total de aulas:

 

Inscrições encerradas

 

 Conteúdo Programático

1ª Aula

1. RESÍDUOS SÓLIDOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL (RCC): CONCEITO
2. CLASSIFICAÇÃO
3. GERENCIAMENTO
4. IMPACTOS ASSOCIADOS AO GERENCIAMENTO INADEQUADO

2ª Aula

5. NORMAS E LEGISLAÇÕES BRASILEIRAS PARA GESTÃO DE RESÍDUOS

3ª Aula

6. RCC NO BRASIL: GERAÇÃO
7. RCC NO BRASIL: TRATAMENTO
8. POLÍTICAS PÚBLICAS UTILIZADAS EM OUTROS PAÍSES NO ENFRENTAMENTO DOS RCC

4ª Aula

9. RCC NA CIDADE DE SÃO PAULO: GESTÃO

5ª Aula

10. DESCARTE IRREGULAR DE RCC EM LOGRADOUROS PÚBLICOS (AVENIDAS, RUAS, PRAÇAS, TERRENOS PÚBLICOS E MARGEM DOS CÓRREGOS)
11. OPERAÇÕES DE COLETA, TRANSPORTE, TRIAGEM, SEPARAÇÃO E RECICLAGEM DE RCC NA CIDADE DE SÃO PAULO
12. CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DOS CONTRATOS DE LIMPEZA PÚBLICA

6ª Aula

13. UTILIZAÇÃO DE MATERIAIS RECICLADOS DOS RCC: EXPERIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA CIDADE DE SÃO PAULO
14. COMPARATIVO DE CUSTO: MATERIAIS CONVENCIONAIS X MATERIAIS RECICLADOS DOS RCC
15. TABELA DE CUSTOS UNITÁRIOS DA PMSP COM ITENS QUE CONTEMPLAM RECICLADOS ORIUNDOS DOS RCC
16. ESTUDOS DE CASOS: CIDADES DE CAXIAS DO SUL – RS E DE OSASCO-SP
17. APRESENTAÇÃO DO TEMA E PREPARÇÃO DOS GRUPOS PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO


7ª e 8ª.aula

18. ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

 

Metodologia de ensino
Aula expositiva com utilização de PowerPoint
Estudo de caso
Debate


Critérios de avaliação
Trabalho Final


Recursos físicos e didáticos
Quadro Branco
Projetor
Microcomputador

 

Referências

ÂNGULO, Sergio Cirelli. Caracterização de agregados de resíduos de construção e demolição reciclados e a influencia de suas características no comportamento mecânico dos concretos. 2005.Tese (Doutorado em engenharia) - Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Departamento de Construção e Engenharia Civil, São Paulo. 2005.

___________________. Variabilidade de Agregados Graúdos de Resíduos de Construção e Demolição Reciclados. 2000. Dissertação (Mestrado em engenharia) - Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Departamento de Construção e Engenharia Civil, São Paulo. 2000.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE LIMPEZA PÚBLICA     E RESÍDUOS ESPECIAIS. http://www.abrelpe.org.br/. Acesso em: 16 fev. 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA. htpp://www. abea.org.br/jornal/ j41. Acesso em : 12 nov. 2001.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA PARA RECICLAGEM DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL E DEMOLIÇÃO. http://abrecon.com.br/ Acesso em: 04 mar. 2014.

AUTORIDADE MUNICIPAL DE LIMPEZA URBANA. http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/servicos/amlurb/entulho/index.php. Acesso em:15 fev.2014.

______. Conselho Nacional de Meio Ambiente. Resolução nº 307, de 5 de julho de 2002. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res02/res30702.html>. Acesso em: 10 jul. 2009.

________. PNRS – 2012 – Plano Nacional de Resíduos Sólidos, 2012

CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISA DE ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL - FUNDAÇÃO PREFEITO FARIA LIMA. Resíduos da construção civil e reciclagem. Disponível em <http://www.cepam.sp.gov.br/arquivos/encontros_tematicos/coleta_seletiva/coleta_seletiva_reciclagem_residencial.pdf>. Acesso: 21 jan.2010.

CORRÊA, Lásaro Roberto. Sustentabilidade na Construção Civil. Monografia de conclusão do Curso (Especialização em Construção Civil) - Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais, 2009. Disponível em: <http://www.cecc.eng.ufmg.br/trabalhos/pg1/sustentabilidadenaconstruçcaocivil.pdf>. Acesso em: 21 jan. 2010.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Estimativas das Populações residentes - 2008. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br>. Acesso em: 03 jan. 2010.

________________________________________. Pesquisa Anual da Indústria da Construção – 2011. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/industria/paic/2011/defaulttabpdf>. Acesso em: 03 jan. 2014.

___________________________________________. http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/industria/paic/2011/defaulttabpdf.shtm. Acesso em: 06 jan. 2014.

GAEDE, Lia Pompéia Faria. Gestão dos Resíduos da Construção Civil no Município de Vitória – ES e Normas Existentes. Monografia (Especialização em Construção Civil) - Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais. 2008.

HAMASSAKI, L. T. et al. Uso de entulho como agregado para argamassas de alvenaria. In: RECICLAGEM NA CONSTRUÇÃO CIVIL, ALTERNATIVA ECONÔMICA PARA PROTEÇÃO AMBIENTAL. SÃO PAULO, 1997.

JOHN, Vanderley M., AGOPYAN, Vahan. Reciclagem de resíduos da construção. In: Seminário - Reciclagem de Resíduos Sólidos Domiciliares. São Paulo, 2005.

LÁZARO, Roberto Corrêa. Sustentabilidade na Construção Civil. Monografia (Especialização em Construção Civil) - Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais, 2009.

LEVY, S.M. Reciclagem do entulho da construção civil, para utilização com agregados para argamassas e concretos. São Paulo. 147p. Dissertação (Mestrado) – Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1997.

MOTTA, Rosângela dos Santos; LIEDI, Légi Bariani Bernucci; MOURA, Edson de. Aplicação de Agregado Reciclado de Resíduo Sólido da Construção Civil em Camadas de Pavimentos. In: XVIII Congresso de Pesquisa e Ensino em Transportes. Disponível em: <http://www.cbtu.gov.br/estudos/pesquisa/anpet_xviiiCongrpesqens/ac/arq24.pdf>. Acesso em: 23 fev. 2014.

PASQUALOTTO, Renato Filho et al. Gestão de resíduos da construção civil e demolição no município de São Paulo e normas existentes. Monografia de conclusão do Curso (Especialização em Direito Ambienta) - Faculdade de Saúde Pública de São Paulo, São Paulo, 2007.

_____________________________. Gestão de resíduos da construção civil e demolição no município de São Paulo e normas existentes. Revista Técnica IPEP, São Paulo, SP, v. 7, n. 1, p. 55-72, jan./jun. 2007. Disponível em: <http://www.ipep.edu.br/portal/publicacoes/revista/rev07_01/art6_gestao.pdf>. Acesso em: 21 jun. 2009.

PINTO, Tarcísio de Paula. Metodologia para a gestão diferenciada de resíduos sólidos da construção urbana. Tese (Doutorado) - Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo,1999.

PINTO, Tarcísio de Paulo (coord.). Gestão Ambiental de Resíduos da Construção Civil: a experiência do SindusCon-SP. São Paulo: I&T: SindusCon-SP, 2005.

PINTO, Tarcísio de Paula; GONZÁLES, Juan Luiz Rodrigo (coord). Manual de orientação: Como implantar um sistema de manejo e gestão nos municípios. Vol. 1. Brasília: CAIXA, 2005.

PNUD – 2010. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Relatório de Desenvolvimento Humano Globais. 2010.

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO. http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/servicos/residuos_solidos/index.php?p=4635, Acesso em:10 fev 2014.

SÃO PAULO. Comitê Intersecretarial para a Política Municipal de Resíduos Sólidos. Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos da Cidade de São Paulo. 2014. Disponível em: <http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/servicos/arquivos/PGIRS-2014.pdf>. Acesso em 10 mai. 2014.

SCHNEIDER, Dan Moche. Deposições Irregulares de Resíduos da Construção Civil na Cidade de São Paulo. 2003. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós- Graduação em Saúde Pública, Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.

SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA URBANA E OBRAS. http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/infraestrutura/tabelas_de_custos/index.php?p=160284#Tabela_de_custos. Acesso em: 01 mar. 2014.

SINDICATO DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO ESTADO DE SÃO PAULO. http://www.sindusconsp.com.br/msg2.asp?id=3243. Acesso em: 16 fev. 2014 .

SISTEMA FIRJAN. Manual de Gerenciamento de resíduos: guia de procedimento passo a passo. 2ª ed. Rio de Janeiro: GMA, 2006.

VÁZQUEZ, E. Introdução. In: Projeto Entulho Bom. Reciclagemde Entulho para a produção de materiais de construção. Salvador: Editora da UFBA; 2001. p. 22-25.

XAVIER, L.L., ROCHA, J.C. Caracterização do resíduo da construção e demolição na cidade de Florianópolis. In: II ENCONTRO NACIONAL E ENCONTRO LATINOAMERICANO SOBRE EDIFICAÇÕES E COMUNIDADES SUSTENTÁVEIS, Canela. p.8, 2001.

ZORDAN, Sérgio Eduardo; JOHN, Wanderley Moacyr. Metodologia de avaliação do potencial de reciclagem de resíduos. Boletim técnico da Escola Politécnica da USP. Departamento de Engenharia de Construção Civil. São Paulo: EPUSP, 2004

Voltar

Facebook


Twitter

 

Youtube